- Publicidade -

Os times principais de São Paulo e Flamengo entraram em campo pela primeira vez em 2019, em partidas válidas pela Flórida Cup. O Tricolor perdeu do Frankfurt-ALE (2×1), enquanto o Rubro-Negro empatou no tempo normal com o Ajax-HOL (2×2) e saiu vitorioso nos penaltis.

Em um torneio amistoso onde os times podem iniciar o jogo com uma escalação e terminar com uma completamente diferente, não se pode (ou não se deve) criar nenhum tipo de expectativa nos resultados obtidos contra grandes rivais europeus, sejam positivos ou negativos. Vale lembrar também que por conta da diferença dos calendários europeu e brasileiro, os gringos estão em meio às suas temporadas, tendo jogado pela última vez há menos de um mês. Os brasileiros não jogam desde a última rodada do Brasileirão, no dia 2 de dezembro.

Portanto nada mais é do que uma fase de testes para as novidades dos elencos. O São Paulo aparece cheio de novidades, tentando encontrar lugar para os novos contratados atuarem, e também para não sofrer com a escassez do ano passado, quando era um pesadelo substituir algum desfalque do time titular. O Flamengo demorou, mas começou a trazer figuras importantes para um time que já era forte.

A coisa fica séria a partir do Estadual. O Tricolor ficou para trás em relação a seus rivais, enquanto o Flamengo se distanciou de seus concorrentes do Rio. O título regional é importante para os dois. Um para retomar a glória e mostrar que finalmente sua administração acertou, e outro para comprovar a superioridade. Para o São Paulo é um bom primeiro passo, para depois sonhar mais alto, principalmente com a Libertadores vindo aí. Para o Flamengo é um aquecimento, já que nos últimos anos o time tem sido cobrado por vencer só o Carioca e ficar no quase em torneios maiores, tendo em vista os altos investimentos. Os dois times serão cobrados no decorrer do ano. Florida Cup é só para matar a saudade.

No final, quem terá um 2019 mais positivo? Vamos ficar ligados!

- Publicidade -