- Publicidade -

Sábado (6/5) acontece a edição 212 do UFC no Rio de Janeiro. Site BrazucaFC está realizando um Fantasy para essa edição do UFC com TORNEIO GRÁTIS para jogar e premiação de R$ 200. Veja minha análise e dicas para os combates do Card Principal

Não deixe de ler minha análise dos combates do Card Preliminar e sempre com aqueles palpites certeiros pra você “mitar” no Fantasy

Continuando minha matéria de ontem onde analisei todos os combates do Card Preliminar hoje trago pra vocês a melhor análise do Brasil dos combates do Card Principal. Pode pesquisar por aí, duvido que você irá encontrar uma análise em português melhor do que essa que faço para o Mundo Fantasy.

Para essa edição do UFC não tivemos baixas e todas as 12 lutas estão confirmadas. E não custa nada lembrar que o Fantasy que jogamos aqui e seguimos é o do site BrazucaFC, que tem um TORNEIO GRÁTIS com premiação de R$ 200 para os melhores colocados. Acesse o site para obter mais detalhes. Dito isso vamos às lutas do Card Principal!

UFC 212
3 de junho, no Rio de Janeiro

CARD PRINCIPAL (a partir de 23h, horário de Brasília)

Peso-meio-médio: Erick Silva (44,1%) vs Yancy Medeiros (55,9%) – Ercik é considerado um talentoso lutador em todos os quesitos do MMA, mas seu histórico dentro do UFC não é muito bom sendo que desde sua entrada ele está com 7 vitórias e 6 derrotas tendo sido finalizado em 3 ocasiões. Medeiros é um bom um bom finalizador e também batedor, tendo vencido algumas lutas no passado de maneira avassaladora finalizando ou aplicando nocautes. Esa luta será decidida na melhor tomada de decisão em momentos cruciais da luta e Medeiros parece ser melhor nesse quesito, visto que o brasileiro peca justamente em momentos de tomada de decisão. Palpite: Yancy Medeiros por nocaute técnico no segundo round

Peso-médio: Paulo Borrachinha (71,2%) vs Oluwale Bamgbose (38,8%) – Essa pode ser a melhor luta do UFC 212 pois terá como embate dois poderosos nocauteadores. De um lago Bamgbose conseguiu suas seis vitórias como profissional causando nocautes monstruosos a seus adversários. Do outro o brasileiro mais bem cotado para ser nossa nova estrela do MMA. Borrachinha está invicto e tem causado furor na organização do UFC com lutas praticamente perfeitas (todas as vitórias no primeiro round) no seu cartel e estreou muito bem no UFC Fortaleza botando seu adversário pra dormir rapidinho. Além disso ele tem a torcida a seu favor, tem a luta de chão ao seu favor (já ganhou uma por finalização) e  é mais inteligente que o adversário, só vejo ele perdendo essa luta caso cometa um erro grave. Palpite: Paulo Borrachinha por nocaute no primeiro round

Peso-médio: Vitor Belfort (59%) vs Nate Marquardt (41%) – Será essa a última luta do “Fenômeno” dentro do UFC? Apesar dele dizer que não a organização me parece estar indicando que sim, pois essa luta mais parece a do tipo “toma esse adversário bem fraquinho pra você vencer e se despedir com honra do UFC”. Apesar de vir de algumas derrotas bem vexatórias temos que lembrar que Belfort enfrentou adversários de alto calibre como Chris Weidman, Ronaldo Jacaré e Gegard Mousasi. Marquardt até que é um lutador bem treinado, mas já está em final de carreira e me parece que vem pra cumprir tabela. Palpite: Vitor Belfort por decisão

Não deixe de ler minha análise sobre a quarta rodada do Brasileirão 2017. Todos os jogos e dados importantes em uma única matéria

Peso-palha: Cláudia Gadelha (75,2%) vs Karolina Kowalkiewicz (24,8%) – Gadelha é uma das lutadoras mais cotadas para vencer Joanna Jedrzejczyk e ela mesmo disse durante entrevistas que se acha a única lutadora capaz de derrotá-la dentro da categoria dos pesos-palha. Karolina é até uma boa lutadora e do tipo que sabe se defender quando em desvantagem, se conseguir sair do alcance da brasileira e fazer a luta se estender pode ter uma chance de vencer com o cansaço da brasileira. Mas a minha opinião é que Gadelha vai causar dano, só não sei ainda o quanto, mas será o necessário para vencer essa e desafiar Joanna em uma luta pelo cinturão. Palpite: Cláudia Gadelha por nocaute técnico no segundo round

Peso-pena: José Aldo (57,5%) vs Max Holloway (42,5%) – Após ter sido derrotado de maneira vergonhosa por McGregor e perder o cinturão da categoria Aldo acabou herdando o cinturão com a ida de Conor para a disputa do cinturão de outra categoria. Aldo, depois de Anderson Silva, é o lutador brasileiro mais vitorioso dentro do UFC e quer mostrar isso fazendo uma grande luta em solo brasileiro e tirando a desconfiança da torcida que ficou com o pé um pouco atrás após a derrota para Conor. Holloway vem de uma excelente vitória sobre Anthony Pettis e está a 10 lutas invicto. Com certeza será um dos adversário mais duros que Aldo enfrentará na carreira, só que a luta será no Brasil e o fator chave para a vitória será a agressividade, foco e a resistência, e nisso Aldo está um pouco melhor e terá a torcida dando apoio o tempo todo. Palpite: José Aldo por decisão

- Publicidade -